Translate

terça-feira, 2 de maio de 2017

Hugo Passos é embaixador de Lisboa2021

Candidatura de Lisboa a Capital Europeia do Desporto já tem embaixadores


Fernando Santos, Telma Monteiro, Patrícia Mamona, e Hugo Passos, são os embaixadores da candidatura de Lisboa a Capital Europeia do Desporto 2021. A apresentação pública teve lugar no renovado Pavilhão Carlos Lopes.



Fernando Santos, selecionador nacional de futebol, a judoca Telma Monteiro, a atleta Patrícia Mamona, e o campeão surdolímpico de luta greco-romana, Hugo Passos, foram apresentados como os embaixadores internacionais da candidatura de Lisboa a Capital Europeia do Desporto. Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa e o vereador do Desporto Jorge Máximo, receberam o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e deram a conhecer aos lisboetas a aposta da autarquia nos rostos desta candidatura.

Para Fernando Medina, o momento é sobretudo de agradecimento aos embaixadores "pela ajuda, o empenho, e o facto de darem a cara por este projeto, para que a causa seja bem sucedida". A candidatura, explicou, tem sobretudo o "grande objetivo de mobilizar todos para a prática desportiva". Mais importante que 2021 é a caminhada até lá, disse Medina, de forma a tornar o desporto "parte integrante da vida de cada um de nós".

Todos os dias, a toda a hora, vemos milhares de pessoas a praticar desporto pela cidade, assinalou o autarca. Cada vez que a cidade disponibiliza um novo espaço desportivo, "ele é imediatamente ocupado pelas pessoas", revelou.

Também o Orçamento Participativo de Lisboa (OP) mereceu de Fernando Medina uma palavra de apreço, pela "mudança na forma de viver a cidade". A câmara, sublinhou, tem "feito o esforço de tirar o poder exclusivamente da autarquia e passá-lo para os cidadãos". São eles "que melhor sabem e têm o direito a escolher aquilo que querem". O seu contributo para a cidade foi enorme, vincou.

No mesmo sentido, o processo de transferência de competências para as juntas de freguesia, "correu bem", disse o autarca. Foi privilegiada a proximidade, tirando as decisões dos gabinetes da câmara e passando-a para os autarcas das freguesias, mais próximos das pessoas e da realidade dos territórios.

Jorge Máximo, explicou a comemoração conjunta, com a mobilização da população de Lisboa, conseguida ao longo de 10 anos de OP. Essa mobilização, que a autarquia quer potenciar, com vista à vitória no processo de candidatura de Lisboa, mostra que apesar de pequeno, "somos um país com uma grande alma".

A tarde, de festa, terminou com um concerto para celebração conjunta da candidatura, e dos 10 anos do OP. O espetáculo musical, no renovado Pavilhão Carlos Lopes, foi interpretado pelos mais de 60 músicos da Sfuco - Sociedade Filarmónica União e Capricho Olivalense, e contou com a participação especial dos músicos Anabela e Rui Drummond.

No que se refere ao OP - que regista já mais de 230.000 votos em projetos, e mais de 5 700 propostas submetidas -, foi entregue o prémio ao projeto mais votado em 2016 "Caracol da Penha", e ao cidadão proponente de mais projetos vencedores – Nuno Pimenta. O "reconhecimento a todos os funcionários do município, que garantiram 10 anos de funcionamento do OP", foi assinalado com a entrega de um prémio simbólico ao coordenador direto do programa, Paulo Francisco.

Fonte: CM Lisboa
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal