Translate

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

A a Z de 2015 nas Lutas Olímpicas

A a Z de 2015 nas Lutas Olímpicas


Associações - As Lutas Olímpicas só têm 3 associações a trabalhar em pleno, que apesar de tudo tentam realizar um trabalho em prol da modalidade, que aqui destacamos: A Associação de Setúbal (ALADS) teve um novo Presidente, uma nova administração e novas ideias. Dentro das Lutas Olímpicas, organizou a Taça ALADS de âmbito Internacional, o Campeonato Regional de Luta Livre Masculina e o LUTAGI. Nas outras modalidades "não olímpicas", organizou o primeiro Beach Wrestling, na Praia do Bico do Mexilheiro no Barreiro, o I Open Nacional de Grappling e apoiou o Mixed Martial Arts (MMA). A Associação de Braga (ALAB), ainda não conseguiu crescer em número de clubes filiados, mas o seu desenvolvimento na divulgação e na organização do seu Grand Slam com seis equipas espanholas é de uma grande estrutura. Para culminar este fantástico trabalho, recebeu o Prémio Mérito Desportivo 2015 "Personalidade do Ano" na Gala da Confederação do Desporto de Portugal, no Casino Estoril. A Associação de Lisboa (ALAL) é aquela que tem as melhores equipas, os melhores lutadores e é a mais velha associação distrital da modalidade com 30 anos de existência. Em 2015 realizou o seu torneio de aniversário e o Campeonato Regional de Luta Greco Romana e de Livre Feminina. Apesar destes aspetos positivos, achamos que as Associações poderiam ter um papel, ainda, mais dinamizador da modalidade junto da sua comunidade e integrar-se em vários projetos municipais e nacionais.

Bastos - O Clube de Lutas do Bastos destaca-se por ser um clube de formação de novos jovens lutadores, onde vão aprender o "a, e, i, o, u" da modalidade. Em 2015 venceram o Troféu Luís Vieira Caldas no Geral e o Troféu Futuro da Taça de Lisboa. Aproveitamos também para destacar o Frederico Bastos, Árbitro Nacional, que foi selecionado pela Federação Nacional para se deslocar a Espanha, para arbitrar dois torneios internacionais (Jovenes Promessas e Andrés Bernardino) de forma a obter mais experiência e de ficar mais próximo de ser internacional pela United World Wrestling.

Caldas - Este sobrenome deixa-nos saudades, saudades de Luís Vieira Caldas (Campeão Nacional durante décadas, Árbitro Olímpico e Chefe de Delegação da Comitiva Olímpica), mas não é deste Caldas que falamos. Há uma nova vaga deste sobrenome na modalidade e não é só um, são no mínimo quatro. O mais velho, o patriarca é o Júlio que neste momento é o Dirigente e responsável pela Secção de Lutas Olímpicas do Grupo Desportivo e Cultural de Casal do Sapo, onde os restantes a praticam. O Pedro é o vencedor do prémio de Campeão All Star de 2015 do Wrestling All Star, onde já venceu três prémios, sendo um como Jovem Promessa. Sagrou-se pela quinta vez Campeão Nacional de Greco Romana e pela quarta vez em Luta Livre. A defender as cores nacionais, conquistou o Bronze no Torneo Andrés Bernardino, foi 5º classificado no Campeonato do Mediterrâneo e um 7º lugar no Torneio Jovenes Promessas; Em grande destaque está o Daniel, que, além, de conquistar o prémio Jovem Promessa do WAS, conquistou o seu segundo título nacional em Greco Romana e também o seu segundo em Luta Livre. A nível internacional em 5 competições a representar Portugal, arrecadou 4 medalhas, três Ouros, um em Livre Masculina no Campeonato do Mediterrâneo, outro no Torneio Jovenes Promessas e outro no Torneo Andrés Bernardino. Também no Campeonato do Mediterrâneo em Greco Romana conquistou Prata e obteve um 22º lugar no Campeonato da Europa em Greco Romana de Cadetes. O mais novo, o João, segue as pegadas dos irmãos, ainda sem título nacional já que ainda é Iniciado, representou por duas vezes Portugal com uma medalha de Ouro no Torneo Andrés Bernardino e uma de Bronze no II Open Hayastan Nou Barris. Sem dúvida que é uma família a seguir.

David Maia - Pela segunda vez consecutiva neste "A a Z", David Maia é sem dúvida um grande Treinador. Com grande currículo em Portugal, ao comando da Casa Pia AC e da Seleção Nacional, no final de 2013 teve que ir para o estrangeiro, mas mesmo assim continuou a aumentar as suas conquistas. Em 2014 comandou o KSV Götzis da Aústria até ao 2º posto do Campeonato Nacional "Ringen 2. Bundesliga". Em 2015, esteve ao comando do Ringerclub Oberriet-Grabs da Suíça e tentou subir à primeira liga da "Swiss Hunter League", mas ficou com Vice-Campeão da Segunda Divisão.

Empurrão - O que a modalidade necessita agora é de um empurrão. Os motivos são variados, necessita de empurrão para a mudar mentalidades dos Agentes da Modalidade, empurrão para os Dirigentes, Árbitros, Treinadores e Lutadores. Empurrão para o futuro.

Fontes - Luís Fontes também aparece pela segunda vez consecutiva neste "A a Z". Muito dos destaques que aqui estão devem-se a ele, que pela sua irreverência e pela sua experiência, consegue, enfim, dar aquele empurrão que falamos no anterior tópico. Além de potenciar individualidades como Selecionador Nacional, também produz um óptimo trabalho na United World Wrestling como Regional Development Officer - Europe. Onde no Campeonato da Europa, nos primeiros Jogos Europeus em Baku - Azerbaijão, interveio junto das grandes potências Mundiais e apresentou o Plano de Desenvolvimento Desportivo para o Continente Europeu. Um individuo fora de série que muito poderá ajudar a modalidade a desenvolver-se a nível nacional. O tal empurrão.

Gansos - Não podemos fugir, sem colocar neste "A a Z" a Casa Pia Atlético Clube, que também entra pela segunda vez consecutiva. Depois dos 10 anos de comando de David Maia, o Hugo Passos pegou na equipa e a manteve com o espírito de vitória. Iniciou a época a reforçar-se com os melhores lutadores do TetraCampeão Nacional o Clube Musical União e venceu logo a primeira competição a Supertaça “Fernando Gaspar frente ao Silves Futebol Clube. Venceu a Taça de Portugal frente ao Grupo Desportivo da Mouraria e o Campeonato Nacional frente à Associação Portuguesa de Ciências de Combate. Conquista o Troféu Norberto Rodrigues em Masculinos e a Taça Juventude do Grand Slam de Braga e ainda arrecadou 7 Campeões Nacionais Individuais de Greco Romana e de Livre Masculino.

Hugo Passos - Como não podemos fugir da Casa Pia AC, também e inevitavelmente, não conseguimos, não referir aqui, o grande campeão Hugo Passos. Está perto de se "reformar" como lutador, mas até lá ainda vai arrecadando títulos e condecorações. Passos não foi Campeão Nacional em Greco Romana devido a uma lesão, mas foi Campeão em Luta Livre conseguindo aumentar para 30 (!) medalhas de ouro nestas competição, algo que será difícil alcanço em breve prazo. Defendeu as cores lusas no Grand Prix of Paris, da Romenia e de Spain, esteve também no Campeonato da Europa e no do Mundo. Participou no Campeonato da Europa para Surdos e conquistou a medalha de Prata na categoria de -66 kg de Luta Greco Romana, que decorreu em Tbillisi, na Geórgia. Almoçou com Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho e foi condecorado pelo Presidente da Republica Cavaco Silva com o título de Comendador da Ordem do Infante D.Henrique. Foi também homenageado pela instituição da Casa Pia; Orientou o Dia Paralímpico em Almada nesta modalidade, evento organizado pelo Comité Paralímpico de Portugal. E por fim, todo o tópico anterior dos Gansos, cola-se aqui.

I - Primeiro ano do Grupo Desportivo e Cultural de Casal do Sapo nesta modalidade. Este clube nasceu para as Lutas Olímpicas por causa de um conflito entre os anteriores referidos nomes, Bastos e Caldas, quando ainda estavam no Sport Lisboa e Benfica. Este conflito fez com que o Casal do Sapo, fosse hoje um clube nacional, onde no seu primeiro ano conquistou o Troféu Norberto Rodrigues em Femininos e a Taça de Lisboa em três categorias, o troféu em Feminino, Masculino e o Geral, arrecada também a Taça FPLA. Foram a instiuição que mais Campeões Nacionais das três vertente tiveram em 2015, foram precisamente 14 Campeões de Portugal 6 em Greco Romana, 4 em Luta Livre Feminina e outros 4 em Livre Masculina. Realizaram demonstrações com o propósito de motivar novos atletas, nos eventos, Festival Unlimited da Associação Portuguesa de Ciências de Combate, no Sarau Desportivo da Câmara Municipal de Sesimbra e no Mega Evento Solidário do Espaço Dança +. Importa, também, referir que os seus lutadores venceram as cinco categorias do Wrestling All Star, os Jovens Daniel Caldas e Matilde Viana, os Campeões Pedro Caldas e Liliana Santos e a Personalidade Vânia Guerreiro.

Jogos Olímpicos - Os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro já mexem. O Campeonato do Mundo das 3 vertentes olímpicas foi o primeiro a atribuir passes de qualificação diretos para o Brasil, onde cerca de 108 lutadores dos 5 continentes foram apurados. Em Portugal, temos a Vânia Guerreiro que é a única lutadora a integrar o Projeto Olímpico Rio2016 do Comité Olímpico de Portugal, mas também temos a Liliana Santos e o Hugo Passos com fortes possibilidades de estarem no Rio2016. Também quem está com um pé no Brasil é o nosso Diretor o João Vitor Costa que foi selecionado pelo Comité Organizador destes primeiros Jogos da América do Sul para atuar como Voluntário. Esperemos que seja os melhores Olímpicos para a modalidade.

Kg - No inicio do ano, as categorias corporais mudaram e isso em Portugal foi positivo.

Liliana Santos - Esta lutadora entra neste destaque com todo mérito. A par dos resultados nacionais e internacionais do seu colega de seleção Hugo Passos, os resultados da Liliana também não serão batidos em breve prazo. É Campeã Nacional de Livre Feminina por 12 vezes consecutivas, não perde em Portugal à anos e tem um inúmero elevado de internacionalizações. Só este ano marcou presença no Grand Prix of Paris, da Germany, da Romenia e da Spain, no Klippan Lady Open, no Campeonato do Mediterrâneo, da Europa e do Mundo. Destaca-se a medalha de Ouro no Mediterrâneo e o 13º lugar no Mundial. Também, detém o record de transferências por uma lutadora feminina, com um total de 7 instituições representadas, nos masculinos é o João Vitor Costa com 13. Santos iniciou a modalidade no ano 2000 no Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2 e passou pela União Desportiva e Recreativa da Quinta do Conde, do Clube de Lutas do Bastos, da Casa do Benfica da Quinta do Conde, do K1 Luso, do Sport Lisboa e Benfica e agora representa o Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo.

Medalhas Internacionais - Foram 21 medalhas internacionais que as Seleções Nacionais de Greco Romana e Luta Feminina conquistaram em território estrangeiro, a saber quem subiu ao Pódio Internacional: Daniel Caldas do GDC Casal do Sapo conquistou a três medalhas de Ouro e uma de Prata; André Silva do GDC Casal do Sapo conquistou a três medalhas, uma de Ouro e duas de Bronze; João Caldas do GDC Casal do Sapo conquistou duas medalhas uma de Ouro e uma de Bronze; Diogo Merca do GDC Casal do Sapo conquistou duas medalhas, Ouro e Prata; Fábio Severino do GDC Casal do Sapo conquistou uma medalha de Bronze; Pedro Caldas do GDC Casal do Sapo, António Cabral e Reginaldo Santos da Junta de Freguesia de Casal de Cambra e Miguel Santos do CP Martim conquistaram cada um uma medalha de Prata; Nelson Freitas e Daniel Novo, ambos do GDC Casal do Sapo conquistou uma medalha de Prata; Matilde Viana do GDC Casal do Sapo conquista uma medalha de Prata. Hugo Passos da Casa Pia AC consquistou uma medalha de Prata e o título de vice-Campeão Europeu de Surdos; Liliana Santos e Vânia Guerreiro, ambas do GDC Casal do Sapo conquistaram uma medalha de Ouro e o Título de Campeã do Mediterrâneo.

Nenad Lalovic - O homem mais forte das Lutas Olímpicas mundiais. Também pela segunda vez consecutiva no A a Z,  Nenad Lalovic, no seu segundo ano de mandato na United World Wrestling, supervisionou várias mudanças dramáticas e populares no desportos mais antigos dos Jogos Olímpicos. Em 2015, torna-se o primeiro membro do Comité Olímpico Internacional com ligação às Lutas Olímpicas e na sua primeira intervenção consegue alcançar a Igualdade de Géneros para Jogos Olímpicos da Juventude de 2018. Aceitou uma nomeação para ser o representante do Comité Olímpico Internacional na Direção da Fundação da WADA (Agência Mundial Antidoping). No primeiro Campeonato do Mundo de Seniores com a sua assinatura, consegue vários apoios destacando a Ultimate Fighting Championship (UFC), empresa de promoção de combates de Mixed Martial Arts (MMA). Este Campeonato atraiu mais de 3 milhões de visitantes para o site da UWW e mais de 16 milhões de page-views nos seis dias da competição esmagando todos os registos. O tráfego diário de 2,8 milhões, foi o maior tráfego combinado do site dos anos de 2013 ou de 2014. Consegue que a Federação do Irão ajude as Américas a desenvolver a modalidade.

Oito - Já são oito anos ininterruptos na divulgação da modalidade, não há nenhum evento, nacional e internacional, em que nós, MLO, não fazemos a cobertura. Sendo muitas das vezes somos os únicos. Este foi um bom ano para nós, tendo o crescente números de Gostos na nossa página de Facebook, um crescente número de visualizações em todos os nossos meios de comunicação, acrescentamos um novo Prémio no Wrestling All Star, inauguramos a nossa primeira Newsletter e renovamos o projeto "Pódios do MLO". Lavamos a cara e modificamos o nosso símbolo tendo acrescentado uma nova imagem e identidade. Fazemos isto porque achamos que a modalidade ganha e com isso todos ganhamos.

Paulo Martins - A Faculdade de Motricidade Humana atribuiu ao seu Professor e Treinador de Lutas Olímpicas da sua Associação de Estudantes o título de Doutor de Psicologia de Exercício do Desporto. Foi também nomeado como Árbitro do Tribunal Arbitral do Desporto.

Quatro - Foram quatro as instituições nacionais que venceram Taças em Torneios Nacionais, a saber: CM União: Taça Juventude da FPLA e Taça da Juventude do Norberto Rodrigues; CL Bastos: Taça Luís Vieira Caldas e a Taça Futuro do Taça de Lisboa; GDC Casal do Sapo: Taça FPLA, Taça Norberto Rodrigues em Femininos, Taça Masculina, Feminina e Geral da Taça de Lisboa, Clube com mais Campeões Nacionais nas três vertentes; Casa Pia AC: Supertaça Fernando Gaspar, Taça de Portugal, Campeonato Nacional, Taça Norberto Rodrigues em Masculinos e Taça da Juventude do Grand Slam de Braga

Reconhecimento - Temos que dar o reconhecimento a todos os que não estão colocados aqui neste "A a Z", porque sem eles isto não seria possível, não seria possível haver vencedores e vencidos, não haveria luta. A todos o nosso reconhecimento.

Spain - Foram seis os clubes espanhois que participaram em duas competições internacionais em Portugal, na Taça ALADS e no Gran Slam de Braga: Club Loita Cidade Vigo, o Club Loita Keltoi Cruces, o Club Loita El Castro, Club de Loita Pontevedra, o Club Loita Stellae e o Club de Lucha Kuzushi

Tapetes - Depois de mais de quatro décadas sem grandes mudanças na apresentação das Lutas Olímpicas, a United World Wrestling efetuou alterações substanciais aos uniformes dos Lutador, dos Árbitros, bem como na alteração da cor dos tapetes. As cores dos tapetes de Luta, tinham como tradicionalmente o amarelo e o vermelho, que foram adoptadas pela primeira vez para os Jogos Olímpicos de Munique em 1972, neste ano, foram substituídos pelo azul escuro e o laranja. As cores foram escolhidas como parte de um esforço maior para melhorar a experiência de audiência online e na televisão.

União - No ano passado o Clube Musical União entrou no "A a Z" dividido em 5 letras. Entrou o I como IV em numeração romana, por simbolizar o quarto Campeonato Nacional consecutivo; entrou no O por causa do Olympic Wrestling Challenge, onde os seus lutadores venceram as suas categorias, eram eles o Diogo Pinto e o Kevin Scholle; entrou no S pelo seu lutador e agora treinador, Kevin Scholle, por ter sido Campeão Nacional de Veteranos na Categoria “A” na Bulgária; entrou também no T de Taça de Portugal que venceu frente ao Silves Futebol Clube; e por fim entrou no W de Wrestling All Star, onde o seu lutador João Pina venceu a Categoria de “O Praticante Campeão All Star”. Desta vez entra numa só categoria. No início do ano poderia ter encerrado a sua secção, ao ver a sair, toda a sua equipa Sénior para a Casa Pia, ficando só com a camada mais jovem. Essa camada jovem fez jus às vitórias dos seniores e conquistaram duas Taças da Juventude, uma no Troféu Norberto Rodrigues e outra na Taça FPLA.  

Vânia Guerreiro - Pelo segundo ano consecutivo esta lutadora está integrada no lote dos destaques do ano. Os destaques são muitos, começando com a sua integração no Projeto Olímpico Rio2016 do Comité Olímpico de Portugal, por aumentar o seu palmarés nacional com 8 Campeonatos Nacionais de Livre Feminina e a internacional com a terceira medalha de Ouro no Campeonato do Mediterrâneo. Representou Portugal no Grand Prix of Paris, Germany, Romenia e da Spain, no Klippan Lady Open, no Campeonato do Mediterrâneo, da Europa e do Mundo. No Campeonato do Mundo em Las Vegas no EUA, venceu um combate frente à lutadora do Azerbaijão a Romena Ramona por Assentamento, onde foi uma alegria para toda a comitiva e um pouco de esperança na possibilidade de um Top10. Foi ainda convidada pelo Comité Olímpico Internacional para estar presente na Suíça no Museu Olímpico a comemorar o International Women´s Day, com uma demonstração da modalidade.

Wrestling All Star - O WAS renovou e acrescentou mais um Prémio, agora além dos Campeões All Star e Jovens All Star, têm a Personalidade All Star. Os vencedores desta 8ª edição foram: na Categoria “O Praticante Campeão All Star” os vencedores foram a Liliana Santos e o Pedro Caldas, ambos do Grupo Desportivo e Cultural de Casal do Sapo, da Categoria “PluriAnima Jovem All Star” foram a Matilde Viana e Daniel Caldas, também do GDC Casal do Sapo e a primeira “Personalidade All Star” é a Vânia Guerreiro.

X - X de 10 em numeração romana é o que falta à Federação Portuguesa de Lutas Amadoras chegar ao número redondo de 100 anos desde a sua fundação em 1925.

Youtube - Cada vez mais a plataforma youtube ganha mais expressão e divulgação no mundo inteiro, a United World Wrestling já se percebeu disso e o seu canal está a ficar preenchido com todos os combates internacionais. Em Portugal há equipas que gravam os seus combates e os colocam nesta plataforma, mas mesmo assim é pouco, temos que fazer mais. Ganhamos todos.

Zapping – Tudo o que quer saber sobre esta modalidade desportiva, está no Mundo da Luta Olímpica com os seus Blogs, no Facebook e na Revista. Acompanha a próxima época 2016. MLO sempre em cima das Lutas Olímpicas!

O Mundo da Luta Olímpica comemora o 8º ano de vida. São oito anos a divulgar a modalidade em todas as frentes

Histórico


Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal