Translate

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Rio 2016 apresenta a Luta Olímpica

 Luta Olímpica


A Luta Olímpica é reconhecida como um dos esportes praticados há mais tempo – talvez só perca para o Atletismo. Há registros de combates que datam do ano 3000 antes de Cristo, e o esporte chegou a fazer parte dos chamados Jogos Olímpicos da Antiguidade.

Para os gregos, a Luta Olímpica tinha status de ciência e era o elemento de treinamento mais importante entre os mais jovens. Eles lutavam nus, com seus corpos banhados em azeite e com uma fina camada de areia para protegê-los do calor ou do frio. O primeiro a fazer o adversário cair, não importa como, era considerado vencedor.

A primeira disciplina da Luta no programa olímpico foi a Greco-Romana, presente desde os Jogos de 1896, os primeiros da Era Moderna, em Atenas, na Grécia. Com exceção da edição de 1900, em Paris, o esporte sempre esteve presente. Já o Estilo Livre apareceu no ano de 1904, em Saint Louis, contando apenas com lutadores americanos.

Desde os Jogos de 1920, em Antuérpia, na Bélgica, os dois estilos de luta estão presentes no programa olímpico. As categorias femininas começaram a ser disputadas na edição de 2004, em Atenas, e apenas na Luta Estilo Livre.

A Luta Greco-Romana e o Estilo Livre têm o mesmo objetivo: imobilizar o adversário de costas para o chão. A diferença é que, no primeiro estilo, só é permitido usar os braços e o tronco para atacar e imobilizar o adversário, enquanto o segundo autoriza o uso das pernas. São proibidos golpes baixos, estrangulamentos, colocar o dedo no olho do rival e puxões de cabelo.

Realizadas em um tapete sintético de 12 x 12 metros – a área de combate é um círculo de 9 m de diâmetro -, as lutas são disputadas em melhor de três rounds, com dois minutos cada. Se nenhum dos participantes conseguir imobilizar o adversário de costas no solo, a decisão será por pontos, que variam de acordo com os golpes e punições aplicadas. O sistema de competição é o de eliminação direta.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal