Translate

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Presidente da FPLA Pedro Silva reage à participação nacional no GPE

GRANDE PRÉMIO DE ESPANHA 2013

Decorreu este fim-de-semana em Madrid (ESP) mais uma edição do prestigiado torneio FILA Grande Prémio de Espanha, em Luta Greco-Romana, Luta Livre-Olímpica e Luta Feminina.

Os resultados dos nossos atletas foram os seguintes:

Luta Feminina
48 kg - Liliana Santos - 9º

Luta Greco-Romana
55 kg - João Carvalho - 5º
60 kg - Rúben Moniz - 9º

Luta Livre-Olímpica
120 kg - Murat Khalakoev - 5º

Pedro Silva, Presidente da Federação e Chefe de Delegação ao torneio, faz o balanço da participação nacional e da aplicação das novas regras:

- Este torneio mostrou, uma vez mais, que é dos torneios mais fortes do calendário da FILA, contando com a presença de inúmeros medalhados olímpicos, mundiais e europeus. O desempenho dos nossos lutadores foi condizente com as possibilidades e condições de preparação que o país lhes proporciona. Ambicionamos mais, mas a falta de ritmo competitivo internacional foi óbvia, tanto mais com novas regras em aplicação. Estas novas regras tornam os combates mais espetaculares e mais dinâmicos, o que exige um ritmo competitivo maior. Ainda assim podemos destacar o bom desempenho da Liliana Santos frente à categorizada lutadora norueguesa, sendo apenas derrotada pela russa que lidera o rankinhg mundial, ou os dois pontos que o João Carvalho marca frente ao vice-campeão olímpico, ou a infelicidade do Murat Khalakoev que apenas uma infeliz lesão o impede de alcançar o bronze, numa final que estava a dominar no marcador.

Uma palavra também para os árbitros portugueses João Costa e Rui Marta, que estiveram em plano de destaque, pois o primeiro foi designado como Chefe de Tapete durante toda a competição e o segundo arbitrou diversas finais.

Fonte: FPLA

Visão de dois tapetes em funcionamento

Árbitro João Costa como Chefe de Tapete

Fotos: Manuel Morato


Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal