Translate

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Bach quer suceder Rogge

Bach corre à presidência do COI com «respeito e compromisso» pelo antecessor

Apesar de ser discreto, variadas personalidades do mundo desportivo reconhecem o seu caráter ambicioso e bem preparado para assumir o desafio de suceder Rogge.

Thomas Bach, presidente Confederação Olímpica do Desporto Alemão (DOSB), apresentou hoje a candidatura à liderança do Comité Olímpico Internacional (COI), garantindo que assume o desafio de suceder a Jacques Rogge «com respeito e compromisso».

Bach, de 59 anos e ex-campeão olímpico e mundial de esgrima, oficializou a candidatura na sede da DOSB, em Frankfurt, onde assegurou que assume o desafio de suceder a Rogge.

«Dediquei grande parte da minha vida ao desporto, desde a minha infância até hoje. Estou consciente do grande trabalho que supõe presidir ao COI. Mas a minha trajetória faz-me estar convencido que estou preparado para o desafio», afirmou.

O vice-presidente do COI acrescentou que já tinha informado Rogge, assim como os restantes membros do organismo da sua decisão de optar pela presidência, eleição que terá lugar na 125.ª assembleia do COI, a 10 de setembro, em Buenos Aires.

Bach aproveitou a ocasião para agradecer a «todos aqueles companheiros» que o apoiaram a dar esse passo e disse assumir o desafio de lutar pela presidência, eventualmente frente a outros candidatos, com o «espírito universal olímpico» sintetizando o lema «unidade na diversidade».

Em caso de ser eleito, será «um grande reconhecimento para o desporto alemão», enfatizou Bach, que será o segundo candidato do seu país a tentar chegar à presidência, depois de Willi Daume, que se candidatou em 1980.

Apesar de ser discreto, variadas personalidades do mundo desportivo reconhecem o seu caráter ambicioso e bem preparado para assumir o desafio de suceder Rogge.

Já o antecessor do belga, o espanhol Juan Antonio Samarach havia reparado em Bach como possível candidato à presidência do COI e apadrinhou-o na carreira nas estruturas do organismo.

Advogado de profissão, Bach foi campeão olímpico de florete por equipas nos Jogos de Montreal’76, assim como campeão do mundo da disciplina em 1976 e 1977.

Bach tornou-se membro do COI em 1991 e, cinco anos mais tarde, foi eleito membro da comissão executiva. Foi vice-presidente do organismo em duas ocasiões: entre 2000 e 2004 e desde 2006 até aos dias de hoje.

Em maio de 2006 foi eleito primeiro presidente da Confederação Olímpica do Desporto Alemão (DOSB) – equivalente ao Comité Olímpico Nacional dos outros países e que na Alemanha é a fruto da fusão do Comité Olímpico Nacional (NOK) e da Confederação do Desporto Alemão (DSB).

Fonte: Sapo.pt 
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal