Translate

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Portugal integra oficialmente o Comité Mediterrâneo de Lutas Associadas

Portugal, através da FPLA, é oficialmente membro do Comité Mediterrâneo de Lutas Associadas (CMLA).


Falámos com Pedro Silva, Director Técnico Nacional e membro do Departamento de Graduações e Promoções da FILA, enquanto principal artífice das negociações que conduziram a este desfecho.

Website – Qual é a importância desta inclusão e como foi ela possível?
Pedro Silva – A importância desta inclusão é clara, quer no plano desportivo, quer no plano político-diplomático.
Em termos desportivos, o facto de podermos participar, de pleno direito, nos Campeonatos do Mediterrâneo e de assim podermos não só melhorar a nossa preparação para os Campeonatos da Europa e do Mundo, mas essencialmente podermos aspirar a classificações de relevo, mesmo medalhas, neste evento é extremamente importante. Para além disso o facto de através do CMLA podermos estabelecer parcerias bilaterais ou multilaterais com as outras federações-membro no sentido de se organizarem estágios e encontros, que pela sua proximidade geográfica terão custos mais controlados é também extremamente relevante.
No plano diplomático esta é uma grande vitória da federação, no sentido em que vê aqui reconhecida a sua competência, capacidade e trabalho desenvolvido, quer pelas suas congéneres como pela própria FILA. Não nos podemos esquecer que foi graças à boa imagem de Portugal e às suas capacidades desportivas, organizativas e diplomáticas, junto da família internacional da modalidade, que se conseguiu contornar o “pequeno problema” geográfico, de não obstante a proximidade, Portugal não ser um país mediterrâneo.

Para conhecimento, o Comité Mediterrâneo tem como principais objectivos, entre outros:
- Contribuir para a promoção, a mais alargada possível, da prática da Luta nos países do Comité;
- Realizar os contactos necessários e úteis entre as federações-membro com vista ao reforço da Luta e dos laços de amizade entre todos, praticantes, treinadores, árbitros e dirigentes;
- Coordenar os projectos das federações-membro com vista a estabelecer encontros, trocas, estágios mútuos, um calendário de competições e o Campeonato do Mediterrâneo;
- O Campeonato do Mediterrâneo tem como objectivo aumentar a popularidade da Luta, em todos os seus estilos, nos países membros através de um sistema de competição atractivo, que pela sua realização sistemática possa fidelizar público e media em volta de um evento atractivo.

Link para a página do CMLA: http://www.fila-wrestling.com//index.php?option=com_content&task=view&id=366&Itemid=164

Fonte: FPLA
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal