Translate

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Coisas de Wrestling - Artigo

É de facto curioso que nesta CWO se fale de MMA, que é um produto bem diferente daquele que nos fez visitar pela primeira vez esta blogosfera, e não se dê atenção ao wrestling amador, sobretudo, porque é também praticado em Portugal.
E se me vierem com as tretas do costume de que muitos wrestlers fizeram a ponte entre o wrestling e MMA, então também vos posso dizer que muitos mais saíram do wrestling amador para o profissional.
Eu próprio já pratiquei essa modalidade durante oito meses, fui a campeonatos regionais e nacionais, mas acabei por desistir da mesma quando me preparava para fazer os testes que me iriam subir a graduação.

Em Portugal, não se fala em wrestling amador, mas sim em Luta Greco-Romana, ou então, Luta Livre Olímpica. Para vos ajudar a compreender do que esta modalidade se trata, vou fazer neste artigo um Wrestling Amador FAQ.





1 – No que consiste este tipo de luta?

Para começar, em ambas (Greco-Romana e Livre Olímpica) a luta é feita à base de “takedowns” e “grapples” (murros e pontapés são abolidos, “choke holds” também), as vitórias podem-se obter por pontos (ganhos através de projecções, colocar o adversário do lado de fora do tapete, ir para trás dele, etc.) ou então por assentamento, e este assentamento não é de três mas sim de um segundo. Uma boa demonstração deste tipo de lutas é mesmo os combates de Jack Swagger.
Aqui, também não há ringue, mas sim um tapete, sinalizado com várias cores, que identificam as diferentes zonas de acção e o equipamento dos wrestlers é um “singlet” (aquilo que Swagger, RVD, Kurt Angle e Bret Hart usam, por exemplo), sendo que um terá de vestir cor encarnada e outro azul, mas a cor só se define quando é anunciada a ordem dos combates.
Escusado será dizer que aqui não há qualquer tipo de encenação.




2 – Quais as diferenças entre a Luta Greco-Romana e a Livre Olímpica?

As diferenças são poucas, no entanto, fazem toda a diferença. Na Luta Greco-Romana apenas se pode lutar com a parte superior do corpo, ou seja, não podemos tentar projectar o adversário ao tapete usando as nossas ou as pernas dele, mas apenas com os braços, exigindo dos atletas uma maior força na região superior do corpo.
Na Luta Livre Olímpica pode-se usar todo o corpo, aqui nesta variável talvez a força seja menos importante do que na Luta Greco-Romana, mas talvez seja exigida uma maior experiência aos atletas, pois será preciso o dobro da atenção para saber como se defender e atacar.





3 – A Luta Amadora é um “background” importante para o pro wrestling?


Bem, sim e não. Por um lado, quanto mais conhecimento houver em termos de desportos de combate, penso que mais eficientemente será feita a interiorização acerca das manobras de wrestling, e este é talvez a modalidade que mais ajuda pode dar nesse aspecto, basta ver que Kurt Angle e Jack Swagger não demoraram muito tempo a chegar ao “roster” principal da WWE, aproveitando esse mesmo “background” para lhes definir o estilo que viriam a usar no ringue.
No entanto, quem fizer a ponte entre as modalidades poderá sentir uma diferença abismal, no pro wrestling é preciso trabalhar para o espectáculo, os “bumps” são feitos de um modo diferente, é preciso facilitar e até ajudar na execução de manobras por parte do adversário, há um combate que precisa de ser construído com cabeça, tronco e membros e com uma “x” duração, enfim, penso que o “background”amador pode ajudar a que alguns tenham ligeira vantagem sobre os outros, mas mais uma vez repito, ligeira vantagem.




4 – O que é mais perigoso para o corpo? Wrestling amador ou profissional?

Nunca pisei um ringue, mas conheço quem já o pisou e afirmam que é muito mais duro cair lá do que num tapete de luta amadora. Obviamente que na luta amadora não há tantas situações perigosas para o corpo, mas verdade seja dita, aí o que interessa é mesmo o resultado, a protecção tem que ser feita unicamente por quem sofre a manobra, por isso, já presenciei acidentes em que me arrepiei todo, há situações muito perigosas para o pescoço, braços e costas, nunca saí de um treino da mesma forma como entrei, chegava a casa sempre com algo dorido, mesmo após um intenso aquecimento.
No pro wrestling, há a vantagem de os golpes serem para o espectáculo, de haver uma preocupação com a segurança de ambos os lutadores, no entanto, as quedas existem, alguém as sofre, e mesmo que se tente reduzir o impacto da manobra em algumas situações, há sempre alguma dor. Penso que no pro wrestling a massa muscular é mais importante, porque de certa forma, pode amortecer o impacto a que os ossos do corpo estão sujeitos, que o diga Tony de Portugal, que como o próprio já me confessou numa entrevista, se tivesse treinado os músculo anteriormente, provavelmente estaria ainda em forma.
Depois, há que relembrar que na WWE e TNA se combate praticamente todos os dias, havendo pouco tempo para recuperar das dores, e se um pormenor falhar, pode ser a morte do artista.
Acabo por escolher o wrestling profissional como o mais perigoso para o corpo, no entanto, muitas vezes isso depende da experiência dos lutadores, Bret Hart, por exemplo, nunca lesionou ninguém. Do mesmo modo, pode-se viver uma vida inteira de wrestling amador sem lesões, assim como ficar paraplégico em poucos meses de carreira, embora se acompanhados por alguém experiente, essas probabilidades fiquem cada vez mais reduzidas.


5 – Quem é que no pro wrestling já praticou Luta Amadora e até teve algum sucesso? Dá-me alguns nomes

Com certeza, a lista é imensa, por isso, ficam aqui alguns dos mais importantes: Kurt Angle, Bob Backlund, Shelton Benjamin, Jack Brisco, Gerry Brisco, Verne Gagne, Charlie Haas, Bobby Lashley, Brock Lesnar, Dolph Ziggler, Jack Swagger, I.R.S., Rick Steiner e Scott Steiner.
E até da MMA temos Randy Couture, por exemplo.


6 – Então e as mulheres, também podem praticar este desporto?

Sim, claro. Tal como em outros desportos, há mais homens que mulheres, mas estas também existem e até num número algo considerável.
Elas fazem Luta Feminina, que é com as mesmas regras que Luta Livre Olímpica.


7 – Onde posso encontrar clubes de Luta Amadora em Portugal?

Muitas vezes esses clubes estão a metros de nossas casas e nem sequer damos conta, por isso, é importante identificá-los aqui.
- Sociedade Recreativa Baixa da Serra (Baixa da Banheira, Moita)
- Clube de Lutas do Bastos (Quinta do Conde, Sesimbra)
- Casa Pia Atlético Clube (Lisboa)
- Clube Desportivo de Arroios (Lisboa)
- Marítimo Lisboa Clube (Lisboa)
- Sport Algoz e Benfica (Silves)
- Grupo Desportivo Mouraria (Lisboa)
- C.P. São Bartolomeu de Messines (Silves)
- Associação Académica da Bela Vista (Lagoa)
- Clube Recreativo Delgadense (Bombarral)
- Associação de Luta Livre Brasileira (Guimarães)
- Casa do Povo de Martim (Barcelos)
- Grupo Cultural Recreativo Unidos da Casa do Povo de Mire de Tibães (Braga)
- Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2 (Quinta do Conde, Portugal)
Se algum destes clubes já não estiver activo (é frequente que por falta de apoios esta modalidade em alguns lados feche portas) ou houver mais algum clube activo (também é frequente de um dia para o outro esta modalidade começar em alguma colectividade), peço as minhas desculpas.
De qualquer forma, aconselho-vos a fazer um/dois treinos no clube mais próximo da vossa área de residência, não custa nada experimentar.


8 – Que prémios estão em jogo?

Bem, em Portugal há o Campeonato Regional e Nacional, e também o Nacional por equipas, também há alguns torneios internacionais e outros de cariz “amigável”, no entanto, os seleccionadores estão à espreita e nunca se sabe quando podemos ser chamados a representar o nosso país.
Os prémios são geralmente medalhas (ouro, prata e bronze) ou então em alguns casos, sobretudo nos de cariz amigável, mini-troféus e medalhas de participação.
Recordo que esta modalidade é Olímpica, por isso, podem sonhar bem alto!


E fico-me por aqui por hoje, se tiverem alguma questão podem fazê-la na caixa de comentários, até porque a moderação de comentários já foi desactiva, no entanto, alguns, se forem menos próprios, podem ser candidatos a eliminação.
By:http://wnponline.blogspot.com
Dave "Jerico" Pereira
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal