Translate

sábado, 22 de abril de 2017

MMA Nacional com novo site

Novo site da CAPMMA 



Visita o novo site da CAPMMA em http://www.capmma.org  


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Comissão Direta da CAO

Comissão Direta da CAO


São os seguintes os atletas candidatos à Comissão Diretiva da CAO para o quadriénio 2017 -2021:

Afonso Domingos (Vela)
Artur Hanse (Esqui/ Desporto Inverno)
Daniela Cardoso (Atletismo)
David Rosa (Ciclismo – BTT)
Emanuel Silva (Canoagem)
Gonçalo Carvalho (Equestre)
Jéssica Augusto (Atletismo)
Joana Pratas (Vela)
João Pereira (Triatlo)
João Rodrigues (Vela)
João Silva (Triatlo)
José Luis Costa (Vela)
Pedro Dias (Judo)
Rita Gonçalves (Vela)
Rui Bragança (Taekwondo)
Sara Mota Carmo (Vela)
Sergiu Oleinic (Judo)
Susana Feitor (Atletismo)
Telma Santos (Badminton)

As eleições decorrem no próximo dia 27 de Abril, a partir das 17h30 na sede do COP, com encerramento das urnas às 20h. O voto pode ser exercido presencialmente ou por correspondência (postal ou eletrónica). Saiba como votar no documento abaixo.

São eleitores os atletas que tenham participado em pelo menos uma das seguintes edições dos Jogos Olímpicos ou Jogos Olímpicos de Inverno: Atenas 2004, Turim 2006, Pequim 2008, Vancouver 2010, Londres 2012, Sochi 2014 e Rio de Janeiro 2016.

São igualmente eleitores as associações de praticantes de desportos do Programa Olímpico, caso existam, que não participaram nas referidas edições dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Destes 19 candidatos, 9 serão eleitos para a Comissão Diretiva da CAO. Cada eleitor só pode indicar até 9 atletas que se propõem.

De acordo com o Regulamento da Comissão de Atletas Olímpicos, devem estar representados ambos os géneros na Comissão Diretiva da CAO. Devem ainda estar representados o máximo de desportos do Programa dos Jogos Olímpicos ou Jogos Olímpicos de Inverno, não devendo estar representados mais do que dois atletas por modalidade.

O Presidente, Vice-presidente e Secretário-geral serão cooptados entre a nova Comissão Diretiva.

A tomada de posse está agendada para o dia 3 de Maio.

Fonte: COP

terça-feira, 18 de abril de 2017

Equipamentos de Wrestling para os mais novos mudou

Alterações aos equipamentos de competição



A Federação Portuguesa de Lutas Amadoras irá mudar os equipamentos desportivos de combate para os escalões mais baixos.

A questão do equipamento desportivo para a prática da nossa modalidade tem vindo a ser alvo de profunda reflexão a nível nacional e internacional.

Nesta medida e no sentido de avaliar a exequibilidade e potenciais benefícios de uma alteração definitiva a este propósito, a FPLA irá, com efeitos imediatos, iniciar um período experimental onde todos os atletas masculinos e femininos dos escalões de Bambis, Benjamins, Infantis e Iniciados poderão também competir com calção, t-shirt e botas de luta ou, como única alternativa, sapatilhas de ginástica.

Na competição do próximo dia 8 de Abril, no Circuito Nacional Beat The Streets, os lutadores dos escalões mais baixos poderão optar pelo fato tradicional ou pelo novo equipamento.

As especificações técnicas do equipamento, são:



quinta-feira, 13 de abril de 2017

FPLA promoveu a modalidade na Futurália

IPDJ | JOGAMOS CONTIGO!
 

O Instituto Português do Desporto e Juventude apresentou-se na Futurália com duas áreas fundamentais para a juventude portuguesa, a atividade física e a área da informação.

Pedro Caldas e António Cabral a explicar o que são as Lutas Olímpicas. Foto: Júlio Caldas


O Desporto foi representado através de várias modalidades desportivas acompanhadas de enquadramento técnico e com participação gratuita:  Andebol, Atletismo, Boccia, Ciclismo, Corfebol, Golf, Judo, Lutas Amadoras, Motonáutica, Paraquedismo, Patinagem, Taekwondo, Tiro com Arco, Voleibol, entre outras.

A prática gratuita de várias modalidades desportivas, com enquadramento técnico, o Andebol, o Atletismo, o Boccia, o Ciclismo, o Corfebol, o Golf, o Judo, a Motonáutica, o Paraquedismo, a Patinagem, o Taekwondo, o Tiro com Arco, o Voleibol e nomeadamente as Lutas Olímpicas.

A Federação Portuguesa de Lutas Amadoras esteve presente com um tapete montado onde foram feitas demonstrações e experimentação, promovidas pelo Samuel Pedro juntamente com as equipas do Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo, da Junta Freguesia da Casal de Cambra e do Clube Musical União. Foram também colocados todos os seus suportes de divulgação, de forma a fazer promoção da modalidade num projeto como a Futurália.

Futurália é um evento dedicado pa educação, formação e orientação educativa. O evento conta com a presença de diversas instituições de Portugal e outros países que apresentam suas ofertas em cursos e formação para jovens, adultos e profissionais. Cursos universitários, formação profissional, cursos no exterior, mestrados e cursos de pós graduação dividem espaço com empresas de equipamento escolar e tecnologias educativas, empresas de recrutamento, ONG´s e entidades financiadoras.

O evento conta também com uma programação paralela de palestras, workshops e debates com o fim de orientar os jovens e profissionais visitantes, além de atividades lúdicas, concursos e demonstrações.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Benfica e Casal de Cambra lideram o Open de Portugal

Primeiro Open de Portugal de Wrestling



Conjuntamente com a primeira edição do Beat the Street, realizou-se o primeiro Open de Portugal, no Pavilhão Hermínio Barreto na Faculdade Motricidade Humana, para os escalões mais novos.

Combate entre as duas lutadores mais promissoras de Portugal, a Diana Soares e a Sofia Costa. Foto: José Bastos


Esta foi a primeira competição da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras, desde que o novo corpo de dirigente assumia os comandos.

Estiveram presentes Clubes de Lisboa, a Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana, a Casa Pia Atlético Clube, o Clube Musical União, o Grupo Desportivo da Mouraria, a Junta de Freguesia de Casal de Cambra e o Sport Lisboa e Benfica. De Setúbal compareceram a Associação Portuguesa de Ciências de Combate, o Clube de Lutas do Bastos e o Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo. Do Norte do Pais o único representante veio do Porto, que foi o Altis Clube de Paredes.

Esta competição não teve vencedor absoluto, por ser em duas mãos, mas quem vai à frente e em exequo é o Sport Lisboa e Benfica e a Junta de Freguesia de Casal de Cambra. Mas, os vencedores individuais desta competição, foram:

Cadetes Femininos
52kg - Diana Soares do SL Benfica
56kg - Beatriz Santos do SL Benfica
60kg - Ana Andrade do AC Paredes
70kg - Eduarda Miranda do SL Benfica

Cadetes Masculinos
65kg - João Caldas do GDC Casal do Sapo
100kg - Ruben Silva do CL Bastos

Juniores Masculinos
60kg - André Silva do GDC Casal do Sapo
66kg - António Cabral da JF Casal de Cambra
74kg - Samuel Barbosa do AC Paredes
120kg - Luís Varela da JF Casal de Cambra

Absolutas Femininos
69kg - Sónia Brázio do GD Mouraria

Séniores Masculinos
75kg - Hugo Passos da Casa Pia AC
85kg - Zurab Bekauri da Casa Pia AC
130kg - Denys Maksak da JF Casal de Cambra

terça-feira, 11 de abril de 2017

União lidera Beat the Streets

Circuito Beat The Streets


Realizou-se a primeira edição do Beat the Street em Portugal, no Pavilhão Hermínio Barreto na Faculdade Motricidade Humana, para os escalões mais novos.

União vai à frente no Beat the Streets. Foto: Luís Marques


O Beat the Streets é um movimento baseado na comunidade que fornece acesso da chegada de novos atletas às Lutas Olímpicas, com o objetivo e fim de desenvolver todo o potencial humano dos participantes. Este projeto é promovido pela federação internacional a United World Wrestling e já está a ser implementado em 6 países, no Senegal, na Áustria, no Uruguai, no Canadá, na Colômbia e em Israel e pela primeira vez em Portugal.

Esta foi a primeira competição da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras, desde que o novo corpo de dirigente assumia os comandos.

Esta competição realizou-se em paralelo com o 1º Open Nacional de Wrestling para os escalões de elite, amanhã colocaremos os vencedores.

Esta competição não teve vencedor absoluto, por ser em duas mãos, mas quem vai à frente é o Clube Musical União com quatro vencedores. Mas, os vencedores individuais desta competição, foram:

Benjamins Masculinos
G1 - Alexandre Sobral da CM União
G2 - Diogo Jesus do GD Mouraria

Infantis Femininos
G1 - Dara Sobral da CM União

Infantis Masculinos
G1 - Leandro Nunes do GDC Casal do Sapo
G2 - Rafael Delgado da CM União

Iniciados Femininos
G1 - Margarida Nunes do CL Bastos

Iniciados Masculinos
G1 - Diogo Silva do CL Bastos
G2 - Nelson Sobral do CM União

sábado, 8 de abril de 2017

Nasceu o JVC Wrestling Academy

JVC Wrestling Academy é o mais recente clube do Concelho de Palmela



O Clube JVC Wrestling Academy é uma associação, sem fins lucrativos que tem como objetivo e fim o desenvolvimento de Desportos de Combate, promovendo a sua prática e expansão através da participação em competições desportivas e da realização das mesmas.

Logotipo do JVC Wrestling Academy


Nasceu a 3 de Março de 2017, na Freguesia do Pinhal Novo no Concelho de Palmela a JVC Wrestling Academy com a vontade de desenvolver atividades de desportos de combate como as Lutas Olímpicas, nas suas vertentes da Luta Greco Romana, Luta Livre Olímpica e da Luta Feminina, o Grappling, o Beach Wrestling e o Mixed Martial Arts (MMA).

Ao promover a prática destas modalidades de combate, esta academia quer proporcionar experiências de vida real que constroem e solidificam a independência, a determinação, o desenvolvimento de uma ética de trabalho, o espírito competitivo, o sentido de responsabilidade, a autodisciplina, a orientação para objetivos e a autoconfiança dos indivíduos que vão se inscrever e identificar com eles.

Esta academia é para toda a comunidade e para todos, dado que estas práticas desportivas são individuais e podem ser praticados por ambos os sexos, por qualquer altura, por qualquer peso, por qualquer tamanho, por qualquer raça, por qualquer classe social e não requer uma acuidade visual ou auditiva de exceção.

Este é o novo projeto para o João Vitor Costa, no entanto, é um sonho velho, que ao fim de vinte anos de pratica desportiva das Lutas Olímpicas, constitui uma academia com o seu nome e neste caso com as suas siglas. O João neste momento é Treinador Adjunto do Ginásio Atlético Clube da Moita e Árbitro da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras das Lutas Olímpicas e também Árbitro da Comissão Atlética Portuguesa de Mixed Martial Arts em MMA.

A Associação de Lutas Amadoras do Distrito de Setúbal (ALADS) assiste a mais um nascimento de um clube e passa a ter seis clubes associados, um no Barreiro, um na Moita, dois em Sesimbra, um em Setúbal e agora este em Palmela, passando a ser um distrito em crescimento.

Para comandar os destinos deste novo clube, do CLB, foram aprovados por unanimidade na Assembleia Geral, os Orgãos Sociais do Clube para o quadriénio 2017-2020, que se distribui assim:

Assembleia Geral
Presidente - Rita Alexandra Quendera Félix
Secretário - Maria Madalena Balseiro Quendera Félix
Vogal - Daniela Alexandra da Costa

Direção
Presidente - João Vítor Fernandes Lobo da Costa
Vice-presidente - António Gonçalves Ezequiel
Secretário - Fábio Alexandre Marques
Tesoureiro - Pedro Rafael Ferreira Pimentão
Vogal - Rodrigo Manuel Lobo da Costa

Concelho Fiscal
Presidente - Marlene Isabel Braga Gonçalves Costa
Secretário - Neide Isabel Pinto Campos
Relator - Maria de Fátima Faria Braga Gonçalves

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Terceiro Pódio WAS2017

Terceiro Pódio WAS de 2017



O terceiro Pódio WAS de 2017 dá destaque a nova medalha internacional do mesmo atleta, aos novos projetos da FPLA e a um encontro com Cidadãos de Deficiência Inteletual.

Ouro

Prata

Bronze




Contagem de 2017
Doce Lar Personalidade All Star

André Silva (2x Ouro)
João Caldas (1x Ouro, 1x Bronze)
Pedro Silva (Ouro)
Frederico Bastos (Prata)
Luís Fontes (Prata)
Federação Portuguesa de Lutas Amadoras (Prata)
Casa Pia Atlético Clube (Bronze)
Rui Passos (Bronze)
Hugo Passos (Bronze)
Sofia Costa (Bronze)
Liliana Santos (Bronze)
Pedro Caldas (Bronze)
José Bastos (Bronze)
Samuel Pedro (Bronze)


Parceiro 


Contagem Total 
(serve só para estatística)
Desde Janeiro de 2015

Casa Pia Atlético Clube (5x Ouro; 3x Prata; 1x Bronze) - Personalidade 2016
Liliana Santos (4x Ouro; 4x Prata; 1x Bronze)
Vânia Guerreiro (4x Ouro; 2x Prata) - Personalidade 2015
Hugo Passos (3x Ouro; 2x Prata; 1x Bronze)
Luís Fontes (3x Ouro; 2x Prata; 1x Bronze)
Daniel Caldas (2x Ouro; 3x Prata; 3x Bronze)
Pedro Silva (2x Ouro; 1x Prata; 2x Bronze)
André Silva (2x Ouro; 1x Prata; 2x Bronze)
United World Wrestling (2x Ouro; 1x Prata)
Pedro Caldas (1x Ouro; 4x Prata; 2x Bronze)
Grupo Desportivo e Cultural Casal do Sapo (1x Ouro; 3x Prata; 4x Bronze)
Federação Portuguesa de Lutas Amadoras (1x Ouro; 4x Prata)
João Caldas (1x Ouro; 1x Prata; 2x Bronze)
João Vitor Costa (1x Ouro; 1x Prata; 1x Bronze)
Reginaldo Santos (1x Ouro; 1x Prata;1x Bronze)
Zurab Bekauri (1x Ouro; 1x Prata)
João Carvalho (Ouro)
Nenad Lalovic (Ouro)
Comité Olímpico de Portugal (Ouro)
Clube Musical União (2x Prata; 1x Bronze)
Carlos Nunes (2x Prata; 1x Bronze)
Samuel Pedro (2x Prata; 1x Bronze)
Paulo Leão (2x Prata)
Sport Lisboa e Benfica (2x Prata)
António Cabral (2x Prata)
Frederico Bastos (2x Prata) 
David Maia (1x Prata; 3x Bronze)
Matilde Viana (1x Prata; 1x Bronze)
Associação de Lutas Amadoras do Distrito de Setúbal (1x Prata; 1x Bronze)
Casa do Povo de Martim (1x Prata; 2x Bronze)
Miguel Santos (1x Prata; Bronze)
Pedro Bastos (1x Prata; 1x Bronze)
Clube de Lutas do Bastos (1x Prata; 1x Bronze)
Cheila Maria (Prata)
João Pina (Prata)
Associação Portuguesa de Ciências de Combate (Prata)
Associação de Lutas Amadoras de Braga (Prata)
Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal (Prata)
Paulo Martins (Prata)
Bruno Borges (Prata) 
Rui Silva (Prata) 
Altis Clube de Paredes (Prata) 
César Pinheiro (Prata) 
Hugo Barros (Prata) 
José Cunha (Prata) 
Nuno Silva (Prata) 
Diogo Canilhas (Prata) 
Rúben Silva (Prata) 
Luís Silva (Prata) 
Leandro Luís (Prata) 
Rúben Pimenta (Prata) 
Pedro Guedes (Prata) 
Diana Soares (Prata) 
Viviana Barros (Prata) 
Sandro Santos (Prata) 
Junta Freguesia Casal de Cambra (Prata) 
 José Santos (Prata) 
Luís Varela (Prata) 
Luís Marques (Prata) 
Cesário Costa (Prata) 
Carlos Rodrigues (Prata) 
Grupo Desportivo da Mouraria (3x Bronze)
Sofia Costa (2x Bronze)
Inês Oliveira (Bronze)
Luís Barneto (Bronze)
Cláudia Martins (Bronze)
Diogo Merca (Bronze)
Ginásio Atlético Clube (Bronze)
Fábio Severino (Bronze)
Samuel Barbosa (Bronze)
Ana Andrade (Bronze) 
Club Ciudad Vigo (Bronze)
Rui Passos (Bronze)
José Bastos (Bronze)

terça-feira, 4 de abril de 2017

Prata no Europeu de MMA 2017

Moreno Hortinha é medalha de prata no Open Europeu de MMA Amador em Sofia



O lutador português Moreno Hortinha conquistou a medalha de prata no Open Europeu de MMA Amador em Sofia, num feito inédito para o nosso país, que nunca tinha conseguido colocar um atleta no pódio de uma prova da IMMAF.

Hortinha medalha de prata no Europeu de MMA em 2017


A história já estava feita, mas Moreno conseguiu ir ainda mais longe. Com mais uma performance de topo, Moreno superou o irlandês Daryl Clarke da SBG Ireland, da academia de Conor McGregor e garantiu a medalha de prata para Portugal. Hoje enfrentou o invicto britânico Adam Amarasinghe, mas ficou atrás na decisão dos juízes. Hortinha já tinha garantido na sexta-feira uma medalha inédita para Portugal, ao superar o bulgaro Rostislav Raichev por triangle choke no segundo assalto, passando à meia final. Nos oitavos de final derrotou o libanês Eddy Nassif por decisão unânime, no primeiro combate em solo búlgaro.

Este domingo disputou a final frente ao inglês Adam Amarasinghe, que tinha derrotado o medalha de prata no Open Europeu de Praga,  Marco Zanneti. Adam é um atleta da NFM com um registo amador de 8-0. Superou ao longo do torneio, Mahammad Aliyev do Azerbeijão e Darren O'Brien da Irlanda. Adam venceu todas as lutas por decisão ao longo desta prova, sendo um lutador que gosta de pressionar junto à jaula e de dominar o combate no chão através do ground and pound.

A comitiva portuguesa chegou a Portugal esta segunda-feira, onde estava a espera um grupo de amigos e familiares do grupo que ficará na história do MMA nacional.



Com quatro vitórias em sete lutas, e uma inédita medalha de prata, Portugal arrecadou o maior número de pontos na sua história em competições da IMMAF, subindo ao 28º lugar do ranking que conta com 42 países.

A prestação de Moreno Hortinha, com três vitórias em quatro combates, e o triunfo de Anton Pugach sobre Brandon Elwell, deram a Portugal um significativo número de pontos para o ranking. A CAPMMA soma agora 175 pontos, e está à frente de países como o Azerbeijão, Espanha, Belgica, México ou Albânia.

Podem consultar o ranking completo em baixo. 
Sweden Mixed Martial Arts Federation -  13225.01
Bulgarian Mixed Martial Arts Federation - 7261.02
South Africa Mixed Martial Arts Federation - 4796.03
Irish Mixed Martial Arts Association - 4193.04
Finland Mixed Martial Arts Federation - 3840.05
United States of America Mixed Martial Arts Federation - 3806.06
United Kingdom Mixed Martial Arts Federation - 3680.07
Federazione Italiana Grappling Mixed Martial Arts - 3510.08
New Zealand Mixed Martial Arts Federation - 2428.09
Polska Federacja MMA - 2202.010
Ulster Amateur Mixed Martial Arts - 1795.011
Norway Mixed Martial Arts Federation - 1588.012
French Mixed Martial Arts - 1562.013
Iceland Mixed Martial Arts Federation - 1173.014
Lebanon Mixed Martial Arts Federation - 1169.015
Canadian Combat Alliance - 1128.016
German Mixed Martial Arts Federation - 1034.017
Hungary Mixed Martial Arts Federation - 934.018
Kazakhstan Mixed Martial Arts Federation - 838.019
Romania Mixed Martial Arts Federation - 803.020
Czech Republic Mixed Martial Arts Federation - 591.021
Estonian Mixed Martial Arts Federation - 526.022
Austrian Mixed Martial Arts Federation - 494.023
Bahrain Mixed Martial Arts Federation - 344.024
International Mixed Martial Arts Federation of Australia - 316.025
Russian MMA Federation - 266.026
All India Mixed Martial Arts Association - 184.027
COMISSÃO ATLÉTICA PORTUGUESA DE MIXED MARTIAL ARTS - 175.028
Azerbaijan MMA League - 138.029
Federacion de Artes Marciales Mixtas - 98.030
Ukraine Mixed Martial Arts Federation - 72.031
Belgian Mixed Martial Arts Federation - 64.032
Federación Española de Luchas Olímpicas y Disciplinas Asociadas - 52.033
Albania MMA Federation - 46.034
Japan Mixed Martial Arts Federation - 44.035
Federation Luxembourgeoise de MMA - 42.036
Tajikistan Mixed Martial Arts Federation - 36.037
Danish Mixed Martial Arts Federation - 28.038
Cyprus Mixed Martial Arts Federation - 22.039
Colombian Association of Mixed Martial Arts - 16.040
Turkey Mixed Martial Arts Federation - 4.041
Pakistan Mixed Martial Arts Federation - 2.042

Fonte: INFORMMA
Fotos: Luís Barneto e INFORMMA

Medalha de Prata do Moreno Hotinha

sexta-feira, 31 de março de 2017

FPLA apresenta três modelos de apoio

Três modelos de apoio financeiros a Treinadores e Lutadores



A FPLA apresenta os seus novos modelos de apoios aos seus Agentes Desportivos, no sentido de aumentar a participação dos principais actores da modalidade, treinadores e lutadores.

Assim os três modelos de apoio aos mesmos para o quadriénio 2017-2020, são:

1. Participação Competitiva

2. Resultados Competitivos

3. Formação Contínua

1. PARTICIPAÇÃO COMPETITIVA

Duração do apoio:
2017-2020

Eventos contabilizados:
- 2 Opens de Portugal (8/Abril e 3/Junho);
- 2 Fases Finais do Campeonato Nacional (6/Maio e 30/Setembro);
- Circuito Nacional Beat The Streets (8/Abril, 6/Maio, 3/Junho e 30/Setembro).

Regras:
- Contabilizam-se apenas os lutadores classificados;
- Lutadores lesionados não contam para a pontuação;
- Somatório dos lutadores de todos os escalões etários;
- Valor pago ao treinador no final de cada evento.

Quadro de Apoio:
Entre 20 e 24 Lutadores - 100€
Entre 25 e 29 Lutadores - 125€
Entre 30 e 34 Lutadores - 150€
Entre 35 e 39 Lutadores - 175€
Entre 40 e 49 Lutadores - 200€
50 Lutadores e superior - 250€

2. RESULTADOS COMPETITIVOS

O quê:
– Prémio monetário aos 5 primeiros classificados;
– Ranking do Campeão Absoluto Sénior;
– Ranking do Campeão Absoluto Júnior.

Duração do apoio:
2017-2020

Eventos contabilizados:
- 2 Opens de Portugal (8/Abril e 3/Junho);
- 2 Fases Finais do Campeonato Nacional (6/Maio e 30/Setembro).

Pontuação:
- Pontos por competição:
 1 competição = 10 pontos
 2 competições = 40 pontos
 3 competições = 90 pontos
 4 competições = 160 pontos
- Média de pontos de combate (aos pontos marcados subtraem-se os pontos sofridos);

Regras:
- Contabilizam-se apenas os lutadores classificados;
- Lutadores lesionados não contam para a pontuação;
- 20% ao treinador do valor total dos prémios dos seus lutadores;
- Valor pago no final da época no dia 16/Dezembro aquando do evento conjunto METC/Taça de Portugal.

Quadro de Apoio:
Ranking
1º Classificado - Sénior = 400€
2º Classificado - Sénior = 250€
3º Classificado - Sénior = 200€
4º Classificado - Sénior = 100€
5º Classificado - Sénior = 50€

1º Classificado - Júnior = 200€
2º Classificado - Júnior = 150€
3º Classificado - Júnior = 100€
4º Classificado - Júnior = 50€
5º Classificado - Júnior = 25€

1º Classificado - Treinador Sénior = 80€
2º Classificado - Treinador Sénior = 50€
3º Classificado - Treinador Sénior = 40€
4º Classificado - Treinador Sénior = 20€
5º Classificado - Treinador Sénior = 10€

1º Classificado - Treinador Júnior = 40€
2º Classificado - Treinador Júnior = 25€
3º Classificado - Treinador Júnior = 20€
4º Classificado - Treinador Júnior = 10€
5º Classificado - Treinador Júnior = 5€

3. FORMAÇÃO CONTÍNUA

Eventos contabilizados:
- 3 METC (20/Maio, 21/Outubro, 16/Dezembro)
- Liga Ibérica – 17/Junho - Iniciados, Cadetes, Juniores).

Pontuação:
- Pontos por evento:
 1 Evento = 10 pontos
 2 Eventos = 40 pontos
 3 Eventos = 90 pontos
 4 Eventos = 160 pontos
- 1 ponto por lutador; 2 pontos por lutadora; 2 pontos por treinador;
- Somatório dos lutadores de todos os escalões etários.

Regras:
- Na Liga Ibérica contabilizam-se apenas os lutadores classificados;
- Lutadores lesionados não contam para a pontuação;
- Nos METC contabiliza-se apenas a quem participa também de tarde;
- Valor pago ao treinador no final da época no dia 16/Dezembro aquando do evento conjunto METC/Taça de Portugal.

Quadro de Apoio:
Formação Contínua
1º Classificado - 400€
2º Classificado - 250€
3º Classificado - 200€
4º Classificado - 100€
5º Classificado - 50€
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs de Portugal